As raças do Brasil começaram a se formar na segunda metade do século IX. De acordo com a função que eles terão que desempenhar, as raças podem ser divididas em: esporte, lazer e serviço.

As raças brasileiras especialistas em serviço são a crioula, pantaneira, marajoara e nordestina e cada uma delas se acomoda melhor em determinadas regiões do país. Os cavalos para serviço são mais rústicos, ágeis, velozes e inteligentes, são de fácil tratabilidade.

Melhor preço cavalo quarto de milha na Estância 4M

O mangalarga e o brasileiro de hipismo são especialistas em esportes. Antigamente a raça mangalarga era usada para caçar veados por serem mais velozes e bastante ágeis. Possui um andar característico, a marcha trotada. O cavalo brasileiro de hipismo é derivado de raças estrangeiras especialistas em salto, sua formação é mais recente.

Os cavalos especialistas em lazer pertencem às raças mangalarga marchador, campolina, piquira e campeira. O que deferencia essas raças é a docilidade e a marcha de tríplices apoios definidos (MTAD), que permite um andar de média velocidade com bastante conforto ao cavaleiro ou amazona. A MTAD possui base genética, mas sofreu influência do meio ambiente.